Carioca vinda de um projeto social conquista medalha inédita para o judô brasileiro

  • ago 29 / 2013
  • 0
Lei Rouanet

Carioca vinda de um projeto social conquista medalha inédita para o judô brasileiro

O primeiro título mundial de judô do Brasil foi conquistado através de um projeto social. Ficou curioso? A atleta campeã Rafaela Silva, de 21 anos, é resultado do trabalho do Instituto Reação, organização não governamental criada pelo judoca Flávio Canto, na Cidade de Deus, comunidade pacificada na zona oeste do Rio de Janeiro. A judoca venceu, por ippon (pontuação máxima), a norte-americana Marti Malloy, na final, e a atual líder do ranking Automne Pavia, na semifinal.

“Hoje eu estou aqui mostrando que não depende de cor, dinheiro, de nada. Depende da vontade e da garra que a pessoa tem para buscar a vitória. Ainda não parei para pensar que sou campeã mundial, muito menos que estou escrevendo a história do judô brasileiro”, disse Rafaela Silva.

O trabalho do Instituto Reação, que atua em comunidades pobres no Rio como a Rocinha, Pequena Cruzada, Cidade de Deus e Tubiacanga, é mais um daqueles projetos transformadores que enchem de orgulho a população, apoiadores e empresas patrocinadoras destas iniciativas.

 

If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.

Deixe um comentário